Business Intelligence Moderno – Casos de Sucesso

O Business Intelligence Moderno – BI, Inteligência Competitiva de Negócios, constitui um processo
abrangente de coleta de dados e informações relevantes a respeito de objetivos, estratégias,
recursos e competências da organização e dos concorrentes. O principal objetivo é de antecipar problemas,
e prever soluções para os principais desafios estratégicos das empresas.

Há bem pouco tempo Business Intelligence  só era possível para as grandes empresas.
Hoje, pequenas e médias empresas já podem se beneficiar dessa ciência.

Porque as empresas precisam conhecer melhor seus clientes, por exemplo:

  • Qual a dor do cliente, isso é, qual o problema do cliente que deve ser resolvido;
  • Se ele é um comerciante – você deve mostrar quais são os produtos de maiores margens de lucro;
  • Descobrir antes mesmo do clientes quais são suas necessidades;
  • Conhecer melhor os seus competidores;
  • Conhecer novas tecnologias, produtos e processos, que auxiliem na elaboração de uma estratégia de negócios mais precisa.

Com as vantagens do uso de Business Intelligence, as empresas de pequeno e médio porte não precisam de uma tecnologia de BI de alto investimento para atingir um resultado satisfatório.

É importante definir para quais dados serão usadas as ferramentas e principalmente, disseminar o conceito de BI entre todos os profissionais da empresa.

Nos últimos anos, os dados empresarias se tornaram a força vital das organizações.

As empresas que aproveitaram o poder desses dados ao capacitar os seus colaboradores de negócios
encontraram vantagem competitiva e foram capazes de inovar mais rapidamente.

Essa mudança causou tensão nas organizações entre o velho caminho e a nova abordagem moderna de
Business Intelligence – BI.

Existem várias soluções do uso de BI com o uso da planilha Excel®, por exemplo,  Sistemas que contemplam um conjunto de ferramentas que permitem integrar por meio de Painel de Controle (Dashboards) e Relatórios personalizados informações das diversas áreas da empresa, dentre elas: Vendas, Finanças, Orçamentos, Serviços, Compras, Estoques, Produção, Custos, Qualidade, Controladoria, e  RH.

 

 

 

Figura 1- Uso de Business Intelligence.

 

A tensão cresceu entre controle e a necessidade de agilidade, auto-atendimento e os negócios
começaram a se associar para maximizar o impacto de seus dados.

Onde as coisas estão indo em seguida?

Em 2017, muitas organizações começaram a mudar para o Bussiness Intelligence Moderno, em que o
poder de análise está saindo das mãos de poucos para muitos. “Longe dos relatórios centrados em TI”,
de acordo com o Instituto de Pesquisa Gartner, 2017.

Atualmente, o BI conta com plataformas confiáveis e escaláveis,
Organizações estão empoderando até mesmo os não-analistas para explorar dados e transformá-los em conhecimento.

Segundo o Gartner, em 2018, o Bussiness Intelligence  Moderno se tornará a principal prioridade para empresas,
até as pequenas e médias empresas. A análise colaborativa tomará o centro das atenções à medida que os dados corporativos se tornam mais acessíveis e a tecnologia facilita o compartilhamento. Isso sinaliza o fim de uma era em que a informação fluía em uma única direção.

Longe foram os dias de compartilhar dados por meio de PDFs estáticos ou PowerPoint.

A tendência agora são as pessoas compartilharem dados e informações, ao vivo, e interativos para tomadas de
decisões empresariais. Elas vão contribuir sobre o trabalho uns dos outros e interagirem
para responder suas próprias perguntas.

As pessoas, independentemente do seu papel, terão o poder de usar muitos dados para realizar
sua própria análise ad hoc, para que possam compartilhar suas descobertas com outras pessoas.

Efetividade do uso de Business Intelligence
O primeiro caso de sucesso a compartilhar sobre BI é o da FIAT Automóveis, em que a organização tinha o desafio de deixar o novo Uno com “a cara do consumidor”, e com as soluções de Business Intelligence e pesquisas nas ferramentas de mídias sociais e mobilidade, a FIAT teve ótimos resultados.
O uso de BI atendeu às expectativas quanto a capacidade de processar todos os dados, ajudar numa pesquisa inovadora, colaborar na tomada de decisão e ainda trazer uma visão de futuro para entenderem melhor as demandas do mercado. O novo Uno foi sucesso de vendas e críticas, fazendo a empresa ter a honra de receber o prêmio Carro do Ano 2011, pela Revista AutoEsporte.

Já o segundo caso de sucesso é da TNT, uma transportadora de carga expressa do Brasil, encontrou no BI, o caminho para melhorar sua eficiência operacional, além de dar continuidade na excelência dos serviços prestados aos clientes por meio de novas técnicas estatísticas.
De acordo com o diretor de Operações e Tecnologia da TNT, Fabiano Fração, a companhia tem como base a utilização do BI como diferencial competitivo e de desenvolvimento da sua capacidade analítica. “Essas ferramentas são a chave para analisarmos indicadores, melhorarmos a capacidade analítica da empresa e também atingir a excelência operacional. Com a análise preditiva, podemos antever um problema e evitar situações desagradáveis que poderiam acontecer com o cliente”, destaca.

De acordo com o executivo o BI oferece possibilidade do uso de estatística de forma mais simples e bem desenhada, entregues de forma mais ágil, fácil e amigável. “Por serem ferramentas self-service, as áreas deverão efetuar análises com menos dependência do setor de TI e, consequentemente, aumentar a eficiência da área para que a mesma possa entregar novos diagnósticos e trabalhar questões estratégicas da empresa”, completa. O projeto teve início na área de Finanças e deverá ser expandido para os demais setores até o final do ano.
A plataforma de BI será de alcance para todos os departamentos da companhia, filiais e unidades de negócio da TNT. Inicialmente, 500 funcionários utilizarão as soluções. No entanto, como todos os colaboradores receberão os dados por esse meio, de forma indireta, sete mil pessoas estarão usufruindo da mesma plataforma.

O terceiro caso de sucesso é o da Gasmig, Companhia de Gás de Minas Gerais, que optou pelas soluções de Business Intelligence do Microsoft SQL Server 2005 pela disponibilidade das tecnologias! Como resultado, tiveram melhorias na qualidade de seus relatórios e na organização da área financeira, e também nas novas estratégias e negociações. Outra vantagem foi a otimização do tempo das atividades cotidianas, a produtividade e a autonomia por parte dos colaboradores.

A melhor maneira para você se aprofundar em BI é cursando um MBA em BI de alto nível,
e exatamente por isso sugiro o MBA em Business Intelligence do Instituto de Capacitação BSB.

Clique no espaço >>>> Clique no Link para ter acesso ao curso <<<<

Prof. Dr. José Bezerra da Silva Fiho
Coordenador do MBA em BI
(85) 9.9921-1675

Deixe um comentário